Advogado Especialista em Inventário

Você precisa de apoio jurídico para fazer um inventário? Veja a seguir quais são as vantagens de contatar um advogado especialista para lhe auxiliar nessa situação.

divisao-pagina

Quais as vantagens na contratação de um advogado para a realização do inventário?

Após o falecimento de algum ente querido, se faz necessária a abertura de inventário para a partilha de bens aos herdeiros. O apoio jurídico neste momento é imprescindível para que os herdeiros não incidam em multa pelo descumprimento de prazos para a abertura do inventário ou recolhimento do imposto. O advogado especialista em sucessão atua na análise do quinhão a ser partilhado a cada um dos herdeiros, informando toda a documentação necessária e agilizando os procedimentos burocráticos.

O nosso escritório é especializado em direito das sucessões e seus profissionais estão aptos a fornecer informações de forma a garantir segurança na partilha de bens do falecido.

divisao-pagina

Áreas de Atuação

divisao-pagina
Dúvidas frequentes

É obrigatória a abertura de inventário?

Sim. Após o falecimento de um ente querido é obrigatória a abertura de inventário, no prazo de 60 dias a contar do óbito, para a partilha de bens do falecido entre os herdeiros com o pagamento dos respectivos impostos.

Recebi um imóvel em herança e paguei imposto (ITCMD) sobre o valor venal de referência. É possível obter restituição?

As ações de repetição de indébito de valores pagos a maior de ITCMD podem ser ingressadas no prazo de até cinco anos. Quando o imposto (ITCMD) é pago em valor superior é possível propor ação judicial para recuperar a diferença paga a maior.

Recebi um imóvel de herança e não paguei o ITCMD e nem fiz o registro do formal de partilha. Como proceder?

Para a expedição do formal de partilha e necessária a declaração de ITCMD junto a Fazenda Estadual e emissão da guia para pagamento. O imóvel somente será registrado no cartório de registro de imóveis mediante o pagamento do Imposto (ITCMD). Caso o imposto não seja recolhido no prazo devido, haverá a incidência de multa pelo órgão fazendário.  Em alguns casos também é possível obter desconto no ITCMD mediante o ingresso de ação judicial.

No caso de ITCMD é melhor realizar o pagamento a maior e obter a devolução posterior ou existe alguma forma de evitar o pagamento a maior antes da conclusão do negócio?

O ideal é pagar o imposto no valor correto (ITCMD) antes mesmo da escritura ou do registro do formal de partilha.  Para tanto é possível também ingressar com a ação solicitando uma liminar. Para os pedidos de restituição, o valor a ser devolvido demorará um pouco mais dependendo inclusive do montante envolvido.

O falecido morreu e deixou testamento público. Qual o procedimento para a abertura do inventário?

Primeiramente será necessário fazer cumprir o testamento judicialmente, conforme a lei para posteriormente ser aberto o inventário.

Quando é possível realizar o inventário extrajudicial?

A possibilidade de abertura de inventário extrajudicial em cartório se dá nos casos em que os herdeiros são maiores e capazes e não há litígio entre os mesmos e nem interesse de menores, quando o falecido não tenha deixado testamento. Neste caso será necessário e obrigatório o acompanhamento de advogado, que também assinará a escritura do inventário.

divisao-pagina
Entre em contato agora com um Advogado!

divisao-pagina

Contato

 

8 + 11 =

Telefone:  (11) 3667.0222        WhatsApp:  (11) 3667.0222

Avenida Angélica, 321 cj 94 • Santa Cecília • CEP 01227-000 • São Paulo • SP

divisao-pagina

Contato

 

10 + 11 =

Telefone:  (11) 3667.0222

WhatsApp:  (11) 3667.0222

Avenida Angélica, 321 cj 94 • Santa Cecília • CEP 01227-000 • São Paulo • SP

 

divisao-pagina

Blog & Notícias

Como funciona a sucessão de bens em caso de morte presumida?

Como funciona a sucessão de bens em caso de morte presumida?

É comum que a sucessão de bens ocorra após o falecimento de uma pessoa. Contudo, nem toda morte é certa e provada. A fim de resolver os problemas causados pela ausência de uma pessoa, o sistema jurídico criou o conceito de morte presumida. A fim de tirar suas dúvidas...

ler mais
Planejamento sucessório: o que é e por que fazer?

Planejamento sucessório: o que é e por que fazer?

A sucessão de bens pode ser um tema delicado, afinal, ela envolve o falecimento de familiares e, muitas vezes, a disputa de bens. Nesse contexto, o planejamento sucessório surge como uma ferramenta indispensável na resolução dessas complicações, tornando todo o...

ler mais
Único herdeiro precisa fazer inventário?

Único herdeiro precisa fazer inventário?

O inventário é um procedimento jurídico que visa listar todos os bens de um falecido, bem como honrar suas dívidas e garantir a partilha de bens a seus sucessores. Neste contexto, é comum que as pessoas se perguntem se o único herdeiro precisa fazer inventário, visto...

ler mais
Abrir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Olá 👋 Posso ajudar? Se quiser saber mais sobre Nossos Serviços é só mandar uma mensagem 😉. Atendemos apenas a cidade de São Paulo e Grande SP.