Advogado Especialista em Recuperação de Crédito

Você precisa de apoio jurídico na recuperação de crédito? Veja a seguir quais são as vantagens de contatar um advogado especialista para lhe auxiliar nessa situação.

divisao-pagina

O que é Recuperação de Crédito? Quais as vantagens na contratação de um advogado?

Recuperar crédito significa cobrar os devedores inadimplentes restituindo-se o valor para a Instituição Financeira ou para o empresário que vendeu e forneceu os produtos ou prestou serviços e não recebeu do cliente. A recuperação de crédito pode se dar através de condutas extrajudiciais com notificação pelo advogado ou ainda com o ingresso de medidas judiciais.

divisao-pagina

Áreas de Atuação

divisao-pagina
Dúvidas frequentes

Realizei serviços e emiti nota fiscal porém não possuo contrato assinado. É possível ingressar em juízo para a cobrança?

A nota fiscal fatura acompanhada do protesto e do comprovante do recebimento ou da prestação de serviços é documento hábil a propositura da execução de título extrajudicial, mesmo não havendo contrato entre as partes. Ainda que não haja todos esses documentos é possível a propositura de ação judicial de procedimento comum para a obtenção de um título executivo judicial.

Temos contratos de confissão de dívida com garantia de imóveis. É possível receber rapidamente?

Quando há contratos com garantias reais (através de imóveis) é possível que o débito seja quitado com mais segurança e rapidamente, havendo a possibilidade de adjudicação do imóvel (o credor adquirir diretamente a propriedade do imóvel) ou ainda de levá-lo a leilão de forma a receber o produto em dinheiro da arrematação.

Temos contratos inadimplidos com pessoas que já morreram. Ficaremos sem receber o crédito?

Quando o devedor falece, o credor poderá ingressar com a ação para cobrar diretamente do espólio do falecido enquanto não realizada a partilha de bens ou ainda contra os credores do falecido na proporção do quinhão recebido pela herança.

Existe prazo para ingresso com as ações de cobranças ou execuções?

Sim. O credor deverá sempre observar o prazo prescricional para a propositura das ações, que são distintos conforme cada objeto. Por exemplo: o prazo prescricional para a cobrança de duplicatas é de 03 anos contados da data do vencimento. O prazo prescricional de cheque é de 06 meses da expiração do prazo de apresentação. Após o decurso do prazo prescricional o credor perde o direito de ingressar com a ação ou execução.

O devedor não pagou porém possui outros bens em seu nome. Vale a pena ingressar com a ação judicial?

Sim. Caso haja um débito inadimplido, o credor poderá cobrá-lo do devedor e ter o crédito satisfeito através da execução de outros bens disponíveis dos devedores após a respectiva penhora em processo judicial.

divisao-pagina
Entre em contato agora com um Advogado!

divisao-pagina

Contato

 

2 + 15 =

Telefone:  (11) 3667.0222        WhatsApp:  (11) 3667.0222

Avenida Angélica, 321 cj 94 • Santa Cecília • CEP 01227-000 • São Paulo • SP

divisao-pagina

Contato

 

8 + 13 =

Telefone:  (11) 3667.0222

WhatsApp:  (11) 3667.0222

Avenida Angélica, 321 cj 94 • Santa Cecília • CEP 01227-000 • São Paulo • SP

 

divisao-pagina

Blog & Notícias

Coronavírus: Como renegociar dívida na crise

A pandemia de Coronavírus vem causando um grande número de impactos em todos os setores da sociedade, atingindo diretamente a economia do país. Medidas como as quarentenas adotadas por diversos estados e municípios, embora necessárias, fecharam diversos comércios a...

ler mais

7 dicas para a sua empresa cobrar dívidas de devedores

São vários os motivos que podem causar inadimplência em relação às empresas, especialmente em períodos de crise: descontrole ao comprar no cartão de crédito, problemas inesperados que ocasionam na priorização de outros pagamentos, desemprego ou até mesmo simples...

ler mais
Abrir WhatsApp
Olá 👋 Posso te ajudar? Se tem alguma dúvida sobre seus Direitos é só enviar uma mensagem 😉
Powered by