No momento em que crises econômicas são tão frequentes, manter o controle absoluto sobre as finanças parece uma tarefa quase impossível, não é mesmo? Para as empresas, a demanda cai, pois o consumo tende a reduzir. Já os fregueses, mesmo com todos os cuidados ainda acabam na inadimplência por diversos fatores, que variam desde o esquecimento até o desemprego.

Pergunta feita por muitos empresários é como recuperar crédito deficitário do consumidor sem perdê-lo, bem como manter o ritmo das vendas para que a sua empresa não feche as portas. Hoje, conversaremos sobre o que é a recuperação de crédito em atraso e como ela funciona, então se o tema é do seu interesse fique conosco, pois você está no lugar certo!

 

O que é a recuperação de crédito? 


 

Recuperar crédito é uma operação de cobrança cujo objetivo é ajudar pessoa em situação de inadimplência, regularizando assim sua situação e devolvendo-a ao mercado. Para o empresário, isso significa o restabelecimento do crédito em atraso e, no futuro, a possibilidade de retorno do cliente a mercancia, garantindo o aquecimento das vendas e, ainda, crescimento econômico do país.

Funciona mais ou menos assim: imagine que você comprou o Iphone e o parcelou em 10 vezes. No entanto, alguém da sua família ficou doente enquanto você quitava as prestações e o valor destinado para o pagamento do aparelho teve de ser gasto com medicações. Depois de um mês, seu nome é denunciado ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), o que o/a restringe de consumir em quaisquer lojas, já que independente da quantia, se feita com cartão, haverá instantânea análise de cadastro financeiro.

E agora, como resolver? O primeiro passo é abandonar a inadimplência. Assim sendo, você deverá entrar em contato com a central de atendimento da loja para renegociar sua dívida. Feito isso, você deverá honrar a negociação pagando fielmente as parcelas (se for o caso, pois, existe a possibilidade da liquidez). Terminadas você está liberado/a para consumir novamente.

Mas o que ganha a loja com a renegociação? Ora, simples! Não somente ela recebe o valor antes negativo, como também restabelece sua satisfação com o cliente. Quando a empresa está disposta a facilitar a quitação da dívida através da proposição de novas condições de pagamento, o resultado é sempre positivo para os envolvidos!

 

Quais empresas optam pela recuperação de crédito? E quais fornecem esse serviço?

 

 

A recuperação de crédito em atraso é uma operação bastante requisitada por bancos de investimentos e outras instituições financeiras, porém, também é procurada por redes de lojas que buscam resolver as inadimplências e recompor crédito para o cliente.

Embora várias instituições usem de call centers para esse tipo de operação, é bastante recomendado procurar um escritório de advocacia, pois, um advogado competente poderá fazer a análise detalhada de contratos, bem como projetar a devida consultoria jurídica, o envio de notificações extrajudiciais e a proposição de negociações com vantagens para ambos os lados.

 

Quais os benefícios da recuperação de crédito?

 

 

Agora que explicamos o que é, vamos enumerar alguns dos benefícios em se adotar a recuperação de crédito em atraso, como método de solução para a inadimplência nas empresas.

1 – Oferecendo novas formas de pagamento, a empresa eventualmente recuperará o crédito devido pelo cliente;

2 – O cliente que estava na inadimplência, com o nome sujo no SPC ou Serasa terá seu nome limpo e liberado para comprar novamente;

3 – O cliente vê na empresa uma figura compreensiva, que o ajudará na resolução do problema em um momento difícil. Assim, a satisfação do cliente será garantida;

4 – Por estar com o nome isento, o cliente não deixará de consumir. O contrário, poderia interferir gravemente em seu cotidiano;

5 – Também devido à quitação da inadimplência, o cliente se sentirá livre para negociar novamente com a empresa , garantindo a fidelidade e gerando mais capital para o negócio.

 

Como funciona: dicas para o momento de recuperar seu crédito

 

 

Há algumas ações que facilitam a recuperação do crédito do cliente, visando evitar dores de cabeça para ambos os lados. Confira algumas a seguir:

1 – Identifique os clientes inadimplentes: antes de sujar o nome do consumidor na praça, identifique-o em seu sistema e entre em contato para tentar resolver a situação sem precisar recorrer ao SPC. O cliente pode estar passando por dificuldades que inviabilizam o pagamento da dívida. Um prazo ou parcelamento maior pode ajudar nisso. Assim, ele verá sua empresa como uma parceira compreensiva nessa fase penosa;

2 – Mantenha o cliente ativo em seu sistema: ainda que esteja devendo, não impeça o cliente de continuar comprando assim que o prazo do pagamento expirar. Aguarde entre 10 a 15 dias e então entre em contato para lembrá-lo;

3 – Use a tecnologia a seu favor: a tecnologia pode facilitar e acelerar a recuperação de crédito, tornando-a ainda menos invasiva. Em vez de fazer diversas ligações que podem acabar perturbando o cliente e surtindo o efeito oposto, você pode escolher enviar uma mensagem por celular ou um rápido e-mail para lembrá-lo da prestação;

4 – Terceirização da cobrança: terceirizar o processo de cobrança é uma alternativa bastante válida para recuperar o crédito sem ter de ingressar com uma ação judicial. Esse é um trabalho delicado e exige profissional especializado em consultoria jurídica, como um advogado, por exemplo. Apenas ele será capaz de lidar com todas as situações, a fim de não prejudicar o relacionamento da empresa com o cliente, afinal, seu objetivo é fazer com que o comprador volte às compras, especialmente, na empresa deficitária.

Gostou de saber mais sobre a recuperação de crédito? Então fique atento ao nosso blog para não perder nossas dicas sobre direito. Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a Fux Associados. Estamos às ordens e iremos responder todas as suas dúvidas sobre consultoria jurídica. Até a próxima!

Abrir WhatsApp
Olá 👋 Posso te ajudar? Se tem alguma dúvida sobre seus Direitos é só enviar uma mensagem 😉
Powered by